Take a fresh look at your lifestyle.

Cuscuz engorda?

O cuscuz é um prato típico do nordeste do Brasil feito com farinha de milho, o prato possui grande espaço na culinária brasileira, tendo uma variação Paulista de sua receita inclusive.  Mas será que cuscuz engorda? Descubra nesta matéria se este prato pode engordar, e saiba também seus benefícios, melhores acompanhamentos e como introduzir o cuscuz de um jeito saudável na sua alimentação. 

O que é e como é feito o Cuscuz?

O cuscuz é uma massa produzida com sêmola, uma farinha granulada retirada do trigo e outros cereais, feita do milho aqui no Brasil. O prato tem sua origem na África e também é presente na culinária mediterrânea. No Brasil, o prato é bastante tradicional na região do nordeste. 

Qual a origem do Cuscuz?

O cuscuz teve sua origem no Norte da África com os nômades berberes, o prato era feito de trigo e sêmola.

Com a invasão moura à região da Península Ibérica durante 711 e 1492, o cuscuz foi introduzido na culinária espanhola e portuguesa, o costume continuou em Andaluzia mesmo após a expulsão dos mouros da Europa.

Qual a origem do Cuscuz?
Origem. Fonte/Reprodução: original.

Com as navegações e colonização, os portugueses trouxeram o prato para o Brasil, onde ele foi reinventado e passou a ser feito com milho, que era bastante abundante no Brasil. Logo o cuscuz se tornou um prato típico do nordeste e ganhou espaço em toda a culinária do país.

Quais os benefícios do Cuscuz?

O cuscuz é um prato cheio de carboidratos e possui diversos nutrientes que podem ser benéficos para quem o consome. O prato é fonte de proteínas magras que fazem bem para a pele, músculos e órgãos. O cuscuz também possui fibras que ajudam na digestão, além de possuir vitaminas do complexo B que são essenciais para o metabolismo e glóbulos vermelhos e rico em minerais importantes para diversas funções do corpo, como ferro, zinco, potássio e cálcio.

O cuscuz engorda?

Mas e então, o cuscuz engorda ou emagrece? O cuscuz por ser um alimento cheio de nutrientes, seu nível de calorias é baixo se compararmos com outros alimentos feitos de farinha branca. 

No entanto, o cuscuz pode engordar se consumido em excesso ou por ser feito com acompanhamentos com calorias altas.

Quais acompanhamentos evitar?

É recomendado evitar acompanhamentos mais calóricos e gordurosos como carnes processadas e embutidos, frituras e outros tipos de alimentos desse tipo, como por exemplo: carne seca, bacon, salsicha, calabresa, entre outras opções. 

É possível incluir o Cuscuz na alimentação de maneira saudável?

Caso planeje incluir o cuscuz na sua alimentação de uma forma saudável, como dito acima, evite acompanhamentos processados, embutidos, gordurosos, defumados e com grande quantidade de sal. Utilize acompanhamentos mais saudáveis como, legumes, ovo cozido e peixes.

É possível incluir o Cuscuz na alimentação de maneira saudável?
Maneira saudável de incluir o cuscuz. Fonte/Reprodução: original.

É recomendado também buscar a ajuda de um nutricionista para recomendações de receitas saudáveis e saber como introduzir o alimento a sua dieta para não consumir o cuscuz em excesso, mesmo ele possuindo calorias baixas.

Valores nutricionais do Cuscuz

Confira a seguir os valores nutricionais do 100 gramas de cuscuz:

  • Calorias 112;
  • Gorduras Totais 0,2 g;
  • Gorduras Saturadas 0 g;
  • Colesterol 0 mg;
  • Sódio 5 mg;
  • Potássio 58 mg;
  • Carboidratos 23 g;
  • Fibra Alimentar 1,4 g;
  • Açúcar 0,1 g;
  • Proteínas 3,8 g;
  • Vitamina C0 mg;
  • Cálcio 8 mg;
  • Ferro 0,4mg;
  • Vitamina D 0 IU;
  • Vitamina B 60,1 mg;
  • Cobalamina 0 µg;
  • Magnésio 8 mg.

Essas são as informações se o cuscuz engorda ou não, seus benefícios, valores nutricionais, quais acompanhamentos é melhor evitar, como introduzi-lo a sua dieta e outras curiosidades sobre esse prato tradicional da culinária nordestino brasileira.

Comments are closed.